Escória de aciaria elétrica: uma alternativa aos materiais granulares tradicionais

Luciana Rohde, Washington Peres Nunez, Jorge Augusto Pereira Ceratti

Resumo


São apresentados os resultados de um estudo sobre o emprego da escória de aciaria elétrica como agregado para pavimentação. Este resíduo é gerado na produção do aço em siderúrgicas que utilizam fornos elétricos a arco. As características físicas e mecânicas do agregado foram determinadas através de ensaios de granulometria, durabilidade ao sulfato de sódio, abrasão no equipamento de Los Angeles, compactação, Índice de Suporte Califórnia e módulo de resiliência. Constatou-se a necessidade de corrigir a granulometria da escória, procedimento que melhorou a capacidade de suporte e a trabalhabilidade do material, gerando módulos de resiliência superiores aos de materiais granulares tradicionais. Através da avaliação do potencial expansivo do material concluiu-se que o tempo de estocagem mínimo para liberação do agregado é 4 meses. Os resultados do estudo permitem concluir que a escória de aciaria elétrica pode ser empregada como material de pavimentação proporcionando boa qualidade técnica e benefícios ambientais e econômicos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v11i1.115

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2003 Luciana Rohde, Washington Peres Nunez, Jorge Augusto Pereira Ceratti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.