Mathematical model for supply chain design with time postponement

Marcos Wagner Jesus Servare Junior, Patrícia Alcântara Cardoso, Marta Monteiro da Costa Cruz, Marcia Helena Moreira Paiva

Resumo


Projetar cadeia de suprimentos é uma importante decisão estratégica e seu impacto influencia diretamente na eficiência e no nível de serviço. O projeto se torna mais complexo quando o objetivo é minimizar o custo de distribuição e utilizar a postergação de tempo na cadeia de suprimentos. Os modelos matemáticos atualmente estudados na literatura de cadeia de suprimentos consideram vários atores. Entretanto, em problemas reais existem diferentes combinações desses atores, criando fluxos próprios de transportes e aumentando a complexidade da cadeia de suprimentos. Este artigo propõe um modelo matemático para projetar a cadeia de suprimentos com postergação de tempo a partir da programação não linear inteira mista para minimizar o custo total, considerando os custos de transportes, abertura de instalações e operacionais. O modelo permite a possibilidade de uma instalação híbrida, ou seja, dois tipos de instalações abertas no mesmo local, sendo uma importante oportunidade de redução de custos. Diferentes conjuntos de instâncias foram simulados para buscar a solução ótima e analisar o comportamento da cadeia de suprimentos em diferentes tamanhos de cenários, os quais foram resolvidos usando um solver comercial e suas performances foram estudadas. O modelo proposto apresenta viabilidade em seu uso para instâncias pequenas e médias com tempo computacional suficiente para auxílio no processo de tomada de decisão.

Palavras-chave


Projeto de cadeia de suprimentos, Postergação de Tempo, Modelo Matemático.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Alderson, W. (1950) Marketing efficiency and the principle of postponement. Cost and profit outlook. v. 3, pp. 15-18.

Aviv, Y.; and A. Federgruen (2001) Design for postponement: A comprehensive characterization of its benefits under unknown demand distributions. Operations Research, v. 49(4), pp. 578-598.

Cardoso, P. A. (2002) The Principle of Postponement: a study at the supply chain of printing inks. Rio de Janeiro: PUC – Pontifícia Universidade Católica. Doctoral dissertation, 161 p.

Çelebi, D. (2015) Inventory control in a centralized distribution network using genetic algorithms: A case study. Computers & Industrial Engineering, v. 87, pp. 532-539.

Das, C., and R. Tyagi (1997) Role of inventory and transportation costs in determining the optimal degree of centralization. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 33(3), p. 171-179.

Eynan, A. (1999) The multi-location inventory centralization problem with first-come, first-served allocation. European Journal of Operational Research, Vol. 114(1), pp. 38-49.

Fernandes, B. C.; F. H. Galamba, F. H.; Tosta; L. I. and R. S. Lima (2011) Impactos da utilização de centros de distribuição na logística de distribuição de produtos acabados. Revista de literatura do transporte, v. 5, pp. 163-181.

Ferreira, K. A. (2009) Uma estrutura conceitual para aplicação do postponement: estudo multicaso em empresas da indústria de alimentos. São Carlos: UFSCar – Universidade Federal de São Carlos. Doctoral dissertation, 203 p.

Ferreira, K. A., and R. L. C. Alcantara (2011) Postponement: abordagens para sua aplicação em empresas da indústria de alimentos. In. XXXI Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Belo Horizonte, pp 1-14.

García‐Dastugue, S. J. and D. M. Lambert (2007) Interorganizational time‐based postponement in the supply chain. Journal of Business Logistics, v. 28(1), pp. 57-81

Gaur, S.; and A. R. Ravindran (2006) A bi-criteria model for the inventory aggregation problem under risk pooling. Computers & industrial engineering, v. 51(3), pp. 482-501.

IBM (2012) IBM ILOG CPLEX v12.5: User’s manual for CPLEX.

Lau, H. S., and A. H. L. Lau (1996) The newsstand problem: A capacitated multiple-product single-period inventory problem. European Journal of Operational Research, v. 94(1), pp. 29-42.

Kutanoglu, E.; and D. Lohiya (2008) Integrated inventory and transportation mode selection: A service parts logistics system. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 44(5), p. 665-683.

Nozick, L. K., and M. A.Turnquist (2001) Inventory, transportation, service quality and the location of distribution centers. European Journal of Operational Research, v. 129(2), pp. 362-371.

Pishvaee, M. R., Farahani, R. Z., and Dullaert, W (2010). A memetic algorithm for bi-objective integrated foward/reverse logistic network design. Computers & Operations Research, v. 37, pp. 1100 – 1112.

Razmi, J., A. Zahedi-Anaraki, and M. Zakerinia, M. (2013) A bi-objective stochastic optimization model for reliable warehouse network redesign. Mathematical and Computer Modelling, v. 58(11), pp. 1804-1813.

Rodrigues, E. F., and N. D. Pizzolato.(2013) The economy of distribution centers: The case of large retail networks in Brazil. African Journal of Business Management, v. 7, pp. 1541-1552.

Santos, A. (2006) Centros de distribuição como vantagem competitiva. Revista de ciências gerenciais, Vol. 10, pp. 34-40.

Servare Junior, M. W. J., G. M. Ribeiro, and G. L. D. Chaves (2012). Um modelo matemático para redes logísticas com fluxos diretos e reversos e novos integrantes. Proceedings of XXXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, ABEPRO, Bento Gonçalves, pp. 1-14.

Servare Junior, M. W. J., and P. A. Cardoso (2016) Time postponement in supply chain: a mathematical programming review. Proceedings of 23rd European Management Operations Association Conferece, EUROMA, Trondheim, pp. 1-16.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v26i4.1324

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Marcos Wagner Jesus Servare Junior, Patrícia Alcântara Cardoso, Marcia Helena Moreira Paiva, Marta Monteiro da Costa Cruz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.