Estudo da aplicação da cinza de caldeira a coque nas camadas de base e sub-base de pavimentos

Virlene Leite Silveira, Antônio Carlos Rodrigues Guimarães, Carmen Dias Castro

Resumo


Este estudo apresenta a caracterização de cinzas obtidas do processo de beneficiamento do níquel em usina siderúrgica, tendo como objetivo principal, avaliar sua aplicabilidade para estabilização de solos em camadas de base e sub-base de pavimentos rodoviários, através da mistura destas a um solo regional e cal. Foram realizados ensaios de caracterização química, física e mecânica, para o solo puro e para o mesmo solo com a adição de diferentes teores de cinzas e cal em diferentes tempos de cura a fim de se verificar a ocorrência de reações pozolânicas, tais que resultassem em aumento da rigidez do solo. A análise mecânica constituiu de ensaio de módulo de resiliência em corpos de prova contendo 10%, 15% e 20% de cinza em substituição a massa seca do solo e 8%, 13% e 18% de cinza e 2% de cal em substituição a massa seca da cinza. Como resultados, encontrou-se que a cinza de caldeira a coque provoca acréscimo da rigidez das misturas com aumento do tempo de cura, podendo ter seu efeito potencializado pela ação da cal, efeito observado através dos ensaios triaxial de cargas repetidas. Os resultados obtidos para todos os teores de cinza foram satisfatórios, ressaltando o emprego positivo do material para aplicação em camadas de pavimentos em vias de baixo a médio tráfego.


Palavras-chave


Cinza de caldeira a coque; Pavimentação; Estabilização de solos; Reações pozolânicas.

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10005: Lixiviação de Resíduos – Procedimento. Rio de Janeiro, 2004.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10006: Solubilização de Resíduos – Procedimento. Rio de Janeiro, 2004.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 12653: Materiais pozolânicos – Requisitos. Rio de Janeiro, 2014.

ASTM Standard C618, 2003, Standard Specification for Coal Fly Ash and Raw or Calcined Natural Pozzolan for Use in Concrete. ASTM International, West Conshohocken, PA, 2003, DOI: 10.1520/C0618-12A.

Ahmaruzzaman, M. A review on the utilization of fly ash. In: Progress in Energy and Combustion Science, v. 36. p.327-363, Junho de 2010, India. DOI:10.1016/j.pecs.2009.11.003.

Cezar, D. S. Características de durabilidade de concretos com cinza volante e cinza de casca de arroz com e sem beneficiamento. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Santa Maria, 2011.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 082/94: Solos – Determinação do limite de plasticidade. Rio de Janeiro, 1994.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 083/98: Solos – Análise Granulométrica. Rio de Janeiro, 1998.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 84/95: Agregado miúdo - Determinação da Densidade Real. Rio de Janeiro, 1995.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 122/94: Solos – Determinação do limite de liquidez. Rio de Janei-ro, 1994.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 256/94: Solos compactados com equipamento miniatura – De-terminação da perda de massa por imersão. Rio de Janeiro, 1994.

Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. DNER-ME 258/94: Solos compactados em equipamentos miniatura – Mini-MCV. Rio de Janeiro, 1994.

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte. DNIT 181/2018: Módulo de Resiliência. Rio de Janeiro, 2018. Rio de Janeiro, 2018.

Farias, E. R. A utilização de Misturas Solos/Cinza Pesada na Pavimentação – Análise de Aspectos de Comportamento Mecânico e Ambiental. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

Hoover, J.M., Huffman, R.T., Davidson, D.T. Soil Stabilization Field. In: 41st Annual meeting of the highway research board, Washington DC, EUA, 1962.

Hester, J.A. Fly ash in roadway construction, fly ash utilization. In: proceedings of Edison electric institute, National coal associa-tion and bureau of mines symposium, pp 87–90., 1967.

Lav, A. H.; Lav, M. A.; Goktepe, A. B. Analysis and design of a stabilized fly ash as pavement base material. In: Fuel - Special Issue: The 2005 World of Coal Ash Conference, Novembro de 2006, Istanbul. v. 85, Issue 16, p. 2249-2370. DOI:10.1016/j.fuel.2006.05.017.

Leandro, R.P. Estudo laboratorial acerca da possibilidade de aproveitamento da cinza pesada de termelétrica em base e sub-base de pavimentos flexíveis. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005.

Leandro, R. P.; FABBRI, G. T. P. Aproveitamento da cinza pesada de carvão mineral da construção de bases e sub-bases de pavimen-tos flexíveis. In: Panorama Nacional da Pesquisa em Transportes. v. 1. p. 1-12. Vitória- ES, 2009

Lopes, L. S. E. Análise do comportamento mecânico e ambiental de misturas solo-cinzas de carvão mineral para camadas de base de pavimentos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Pontifícia Universidade Católica – PUC-Rio. Rio de Janeiro, 2011.

Malmann, J. E. C. Estabilização pozolânica de cinzas volantes e pesada com cal dolomítica hidratada e areia, curadas pelos proces-sos de autoclavagem e câmara à temperatura constante. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1996.

Marcon, A. F. Durabilidade e módulo de elasticidade de misturas areia-calcinza volante. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1977.

Margon, P. V. Influência do uso das cinzas de carvão mineral de termelétricas em argamassas de revestimento: dosagem por curvas granulométricas. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, 2002.

Nardi, J.V. Estabilização de areia com cal e cinza volante; efeito do cimento como aditivo e de brita na mistura. Dissertação (Mes-trado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1975

Netto, R. M. Materiais Pozolânicos. Monografia (Engenharia Civil) Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Belo Horizonte, 2006.

Nogami, J.S. e Villibor D.F. Pavimentação de baixo custo com solos lateríticos. Editora Villibor: São Paulo/SP, 1995. 213p.

Pinto, S. Estabilização de areia com cal e cinza volante. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1971.

Rhode, G. M.; Zwonok, O.; Chies, F.; Silva, N. I. W. Cinzas de carvão fóssil no Brasil – Aspectos técnicos e ambientais. vol.1 Porto Alegre: CIENTEC, 2006.

Sazzad, Bin-Shafique. TUNCER, B. E., CRAIG, H. B., AYKUT, S. Incorporating a fly-ash stabilised layer into pavement design. In: Geotechnical Engineering, n.157, Issue GE4, p. 239-249. London, October 2004. DOI: 10.1680/geng.2004.157.4.239.

Silveira, V. L. Estabilização de solos com cinza de caldeira a coque para camadas de pavimentos. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes) – Instituto Militar de Engenharia, Rio de Janeiro, 2015.

Silva, M. V. Desenvolvimento de tijolos com a incorporação de cinzas de carvão e lodo provenientes de estação de tratamento de água. Dissertação (Mestrado em Ciência na área de tecnologia nuclear - Materiais). Autarquia associada à Universidade de São Paulo. São Paulo, 2011.

Siqueira, J. S. Reciclagem de resíduo a partir de cinzas de carvão mineral: Produção de argamassas. Dissertação (Engenharia Química). Universidade Federal do Pará – UFPA. Belém, 2011.

Sundstron, M. G. Caracterização e avaliação das cinzas da combustão de carvão mineral geradas na região do baixo Jacuí– RS. Dissertação (Mestrado em Avaliação de impactos ambientais em mineração). Centro Universitário La Salle – UNILASALLE. Canoas, 2012.

Ubaldo, M.O. Uso de cinzas de carvão da composição de uma cobertura de rejeitos de mineração. Dissertação (Mestrado em En-genharia Civil) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

Vizcarra, G.O.C. Aplicabilidade de cinzas de resíduos sólidos urbanos em camadas de bases de pavimentos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Pontifícia Universidade Católica. Rio de Janeiro, 2010.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v27i2.1690

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Virlene Leite Silveira, Antônio Carlos Rodrigues Guimarães, Carmen Dias Castro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.