Um modelo integrado para a programação de voos e alocação de frotas

Daniel Jorge Caetano, Nicolau D. F. Gualda

Resumo


Este artigo apresenta um modelo para a definição (otimização) da malha a ser atendida por uma empresa aérea, resolvendo, de forma integrada, os problemas de programação de voos e alocação de frotas. O modelo inclui restrições operacionais específicas como a existência de slots de pouso e decolagem e a limitada flexibilidade de opções de aeroportos oriunda de um tráfego composto primariamente por passageiros. O modelo foi testado e aplicado com sucesso a um caso de uma empresa aérea regional brasileira, resultando em uma programação de voos completa e provendo informações de suporte à decisão sobre a possibilidade de novos voos ou o uso de outros tipos de aeronave.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/transportes.v19i2.209

Direitos autorais 2014 TRANSPORTES



TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)