Controle de temperatura do concreto asfáltico em restauração rodoviária: seu impacto nos índices iniciais de irregularidade longitudinal do pavimento

Autores

  • Débora Raquel Pavi Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina, Santa Catarina - Brasil
  • Deividi da Silva Pereira Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil
  • Lucas Dotto Bueno Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil
  • Luciano Pivoto Specht Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil
  • Fernando Zucchi Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil
  • Rogério Cattelan Antocheves Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14295/transportes.v29i4.2381

Palavras-chave:

Irregularidade longitudinal, Processo construtivo, Custos operacionais

Resumo

A irregularidade do pavimento está relacionada à percepção de conforto do usuário. Logo, sua quantificação é fundamental, inclusive na fase executiva, para mitigar seus impactos no desempenho dos pavimentos. Neste contexto, este trabalho objetivou monitorar a irregularidade longitudinal antes e após a execução de uma restauração rodoviária, onde foi avaliada a redução efetiva do IRI, e identificadas as singularidades construtivas que impactaram neste índice, a partir do acompanhamento detalhado do processo executivo, com ênfase no monitoramento da temperatura do CA aplicado com câmera termográfica. Durante este acompanhamento, foram identificadas algumas situações extraordinárias determinantes para os picos de IRI, destacando-se a distribuição irregular de massa pela vibroacabadora; acabamento manual da superfície; execução incorreta das juntas transversais; e os diferenciais térmicos nos panos de execução. As análises a partir do HDM-4, relacionando valores de IRI com os custos operacionais dos usuários, indicaram que as falhas construtivas observadas afetaram sensivelmente seus custos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Raquel Pavi, Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina, Santa Catarina - Brasil

Engenheira Civil na Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina (SIE), mestra – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS.

Deividi da Silva Pereira, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

Professor - pesquisador – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS

Lucas Dotto Bueno, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

Engenheiro Civil, doutor – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS

Luciano Pivoto Specht, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

Professor - pesquisador – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS

Fernando Zucchi, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

Engenheiro Civil, mestrando – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS

Rogério Cattelan Antocheves, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul - Brasil

Professor - pesquisador – UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS

Referências

Aashto (2008) Mechanistic–Empirical Pavement Design Guide (MEPDG). American Association of Highway and Transportation Officials, Washington, D.C., EUA.

Astm (2008) E1926/08 Standard Practice for Computing International Roughness Index of Roads from Longitudinal Profile Measurements. American Society of Testing and Materials, West Conshohocken, EUA.

Barella, R. M. (2008) Contribuição para a avaliação da irregularidade longitudinal de pavimentos com perfilômetros inerciais. Tese (Doutorado), Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo - SP.

Bueno, L. D. (2019) Contribuição para a previsão empírico-mecanicista da irregularidade longitudinal e seus desdobramentos econômicos em pavimentos asfálticos. Tese (Doutorado), Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria - RS.

Bisconsini, D. R. (2016) Avaliação da Irregularidade Longitudinal dos Pavimentos com Dados Coletados por Smartphones. Disser-tação (Mestrado), Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, São Carlos - SP.

Ceratti, J. A. P; Bernucci, L. B e Soares, J. B. (2015) Utilização de ligantes asfálticos em serviços de pavimentação. 1ª Edição, Abeda, Rio de Janeiro - RJ.

Chesher, A. e Harrison, R. (1987) Vehicle Operating Costs - Evidence from Developing Countries. World Bank, 392p., Washington, EUA.

Dnit (2006) Manual de Restauração de Pavimentos Asfálticos, 2ª Edição, Departamento Nacional de Infraestrutura de Trans-portes, Rio de Janeiro - RJ.

Dnit (2011) Manual de Gerência de Pavimentos, Publicação IPR – 745, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transpor-tes, Rio de Janeiro - RJ.

Dnit (2003) DNIT-PRO 006/2003: Avaliação Objetiva da Superfície de Pavimentos Flexíveis e Semi-rígidos – Procedimento – PRO, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Rio de Janeiro - RJ.

Dner (1994) DNER-PRO 182/94: Medição da Irregularidade de Superfície de Pavimento com Sistemas Integradores IPR/USP e Maysmeter, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Rio de Janeiro - RJ.

Echeverria, J. A. S. (2011) Avaliação do efeito de restaurações com fresagem e recapeamento nas condições funcional e estrutural de pavimentos com volume de tráfego médio. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre - RS.

Faccin, C.; Specht, L. P.; Lima, R. C. A.; Tombezi, V. M.; Tanski, M. C. e Just, M. L. (2015) Utilização de câmera infravermelha no controle executivo de misturas asfálticas a quente. Revista Estradas V.20 p.34 – 41, Porto Alegre - RS.

Farias, M. M. e Souza, R. O. (2002) Irregularidade Longitudinal e sua influência na Avaliação Funcional de Pavimentos. Encontro Nacional de Conservação Rodoviária – VI ENACOR. Brasília - BSB.

Haas, R.; Hudson, W. R. e Zaniewski, J. (1994) Modern pavement management. Krieger Publishing Company, Malabar, EUA.

Islam, S. e Butlar, W. G. (2012) Effect of pavement roughness on user costs. Transportation Research Record: Journal of the Transportation Research Board, 2285. p. 47-55. Washington, EUA. DOI: 10.3141/2285-06

Lavaud, P. (2011) Como Construir Pavimentos Asfálticos Duráveis Com Menores Custos De Manutenção. Congresso brasileiro de Rodovias e Concessões CBR&C e 7ª Exposição Internacional de Produtos para Rodovias – Brasvias, Anais, não paginado, Foz do Iguaçu - PR.

Lerch, R. L. (2002) Previsão de irregularidade pós-recape em rodovias do RS: ajuste do modelo HDM-4. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre - RS.

Leite, L. F. M. e Motta, L. M. G. (2019) Fator de ajuste de pagamentos em obras rodoviárias: vantagens e desvantagens e utilização no Brasil. 9º Congresso Rodoviário Português. Lisboa, Portugal.

Nakahara, S. M. (2005) Estudo do desempenho de reforços de pavimentos asfálticos em vias sujeitas a tráfego comercial pesado. Tese (Doutorado), Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo - SP.

Paterson, W. D. O. (1987) Road Deterioration and Maintenance Effects - Models for Planning and Management. 472 p. World Bank. Washington, EUA.

Pavi, D. R. (2019) Identificação De Fatores Construtivos Que Contribuem Para O Aumento Da Irregularidade Longitudinal A Partir Do Monitoramento De Implantação E Restauração De Trechos Rodoviários. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria - RS.

Pinto, S. e Preussler, E. (2002) Pavimentação Rodoviária: conceitos fundamentais sobre pavimentos flexíveis. Copiarte, Rio de Janeiro - RJ.

Sayers, M. W. e Karamihas, S. M. (1998) The little book of profiling – Basic Information about Measuring and Interpreting Road Profiles. University of Michigan, Ann Arbour, EUA.

Soncim, S. P.; Fernandes Jr. J. L e Campos, L. E. P. (2013) Modelo de desempenho de irregularidade longitudinal desenvolvido com base em dados da rede de rodovias em tratamento superficial duplo do Estado da Bahia. Revista Transportes V. 21, N. 3, P. 22–30. DOI: 10.4237/transportes.v21i3.681.

Downloads

Publicado

05-10-2021

Como Citar

Pavi, D. R., Pereira, D. da S., Bueno, L. D. ., Specht, L. P. ., Zucchi, F., & Antocheves, R. C. . (2021). Controle de temperatura do concreto asfáltico em restauração rodoviária: seu impacto nos índices iniciais de irregularidade longitudinal do pavimento . TRANSPORTES, 29(4), 2381. https://doi.org/10.14295/transportes.v29i4.2381