Análise e modelagem da evolução temporal da posse de autos na Região Metropolitana de São Paulo

Letícia Marconcim Pfeiffer, Orlando Strambi

Resumo


O objetivo deste trabalho é estudar o comportamento da posse de autos familiar na Região Metropolitana de São Paulo, buscando analisar a evolução ocorrida entre 1987 e 1997. Foi utilizado um modelo logit multinomial que considera variáveis sociodemográficas e econômicas que influenciam o comportamento das famílias: tamanho da família, número de trabalhadores, número de estudantes, presença ou não de crianças, sexo do chefe, idade do chefe e a renda familiar. Os resultados apontaram mudanças de comportamento ao longo do tempo com relação às variáveis envolvidas, verificando-se uma redução da importância dessas características familiares para explicar a posse de autos, destacando-se o efeito decrescente da renda ao longo do tempo. Esses resultados sugerem que vem crescendo a importância de outros fatores na decisão de posse de auto das famílias, provavelmente relacionados com o mercado de veículos e com políticas urbanas e de transportes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v13i1.88

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2005 Letícia Marconcim Pfeiffer, Orlando Strambi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.