Eficiência dos terminais aeroportuários brasileiros considerando a percepção de satisfação do passageiro

Nathane Ana Rosa Negri, Giovanna Miceli Ronzani Borille

Resumo


A satisfação do passageiro em aeroportos é tema de grande importância para a comunidade científica e para o operador, dado que o usuário se trata de um importante cliente ao aeroporto. Observa-se, na literatura nacional e internacional, uma tendência em analisar a satisfação do usuário. Porém, é detectada uma lacuna no que diz respeito aos estudos que avaliam a eficiência aeroportuária com inserções de variáveis de percepção da satisfação do passageiro. Nesse contexto, o objetivo do artigo é avaliar a eficiência de 15 relevantes aeroportos brasileiros por meio do método da Análise Envoltória de Dados. O modelo permite analisar diferentes variáveis, sendo a satisfação dos usuários uma dessas variáveis (output). Mediante o modelo DEA-BCC, nota-se que 46,66% dos aeroportos avaliados apresentaram eficiência máxima relativa no ano de 2016, para os requisitos de análise.


Palavras-chave


Análise envoltória de dados, Terminal de passageiros aeroportuários, Satisfação do passageiro.

Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Concessões. Disponível em: http://www.anac.gov.br/assuntos/paginas-tematicas/concessoes. (Acessado em: 13 de novembro de 2017).

Ahn, Y. H. e H. Min (2014) Evaluating the multi-period operating efficiency of international airports using data envelopment analysis and the Malmquist productivity índex. Journal of Air Transport Management, v. 39, p. 12-22. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2014.03.005.

Angulo M. L.; N. L. Biondi; M. J.C.C.B. Soares e E.G. Gomes (2005). ISYDS - Integrated System for Decision Support (SIAD - Sistema Integrado de Apoio à Decisão): a software package for data envelopment analysis model. Pesquisa Operacional, v. 25, n. 3, p. 493-503.

Bandeira, M. C. G. S. P. e A. R. Correia (2008). Analysis of the degree of Importance of the Airport Passenger Terminal Compo-nents in São Paulo / Guarulhos International Airport. Journal of the Brazilian Air Transportation Research Society, v. 4, p. 25-34.

Banker, R. D.; A. Charnes e W. W. Cooper (1984). Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envel-opment. Management Science, v. 30, n. 9. DOI: 10.1287/mnsc.30.9.1078

Barros, C. P. e P. U. C. Dieke (2008) Measuring the economic efficiency of airports: A Simar–Wilson methodology analysis. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 44, n. 6, p. 1039–1051. DOI: 10.1016/j.tre.2008.01.001.

Barros, C. P. e P. U. C. Dieke (2008) Measuring the economic efficiency of airports: A Simar–Wilson methodology analysis. Transportation Research Part E, v. 44, n. 6, p. 1039–1051. DOI: 10.1016/j.tre.2008.01.001.

Belloni, J. A. (2000) Uma Metodologia de Avaliação da Eficiência Produtiva de Universidades Federais Brasileiras. Tese (Dou-torado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Bogicevic, V. (2017) The impact of traveler-focused airport technology on traveler satisfaction. Technological Forecasting & Social Change, v.123 (C), p.351-361. DOI: 10.1016/j.techfore.2017.03.038.

Brida, J. G.; L. Moreno-Izquierdo e S. Zapata-Aguirre. (2016) Customer perception of service quality: The role of Information and Communication Technologies (ICTs) at airport functional areas. Tourism Management Perspectives, v. 20, p. 209–216. DOI: 10.1016/j.tmp.2016.09.003.

Camioto, F. C. (2013) Consumo energético nos setores industriais brasileiros – Uma avaliação de desempenho e estratégias para redução da emissão de CO2. Tese (Doutorado). Engenharia de Produção, Escola de Engenharia de São Carlos, Uni-versidade de São Paulo, São Carlos.

Castro, E. L.; V. A. Falcão e F. C. Camioto (2017) Eficiência operacional dos principais aeroportos brasileiros entre 2010 e 2016 utilizando análise envoltória de dados. Simpósio XVI SITRAER. Rio de Janeiro.

Charnes, A.; W. W. Cooper e E. Rhodes (1978) Measuring efficiency of decision making units. European Journal of Operational Research, v. 2, n. 6, p 429-444. DOI: 10.1016/0377-2217(78)90138-8

Chi-Lok, A. Y. e A. Zhang (2009) Effects of competition and policy changes on Chinese airport productivity: An empirical in-vestigation. Journal of Air Transport Management, v. 15, n. 4, p. 166–174. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2008.09.003.

Cooper, W.W.; S. Li; L. M. Seiford; K. Tone; R. M. Thrall e J. Zhu. (2001). Sensitivity and stability analysis in DEA: some recent developments. Journal of Productivity Analysis, v. 15, n. 3, p. 217–246.

Falcão, V. A. e A. R. Correia (2012). Eficiência portuária: análise das principais metodologias para o caso dos portos brasileiros. Journal of Transport Literature [online], v. 6, n.4, p.133-146. ISSN 2238-1031.

Fan, L. W.; F. Wu e P. Zhou. (2014) Efficiency measurement of Chinese airports with flight delays by directional distance func-tion. Journal of Air Transport Management, v. 34(C), p. 140-145. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2013.10.002.

Ferreira, D. C.; R. C. Marques e M. I. Pedro. (2016) Comparing efficiency of holding business model and individual manage-ment model of airports. Journal of Air Transport Management, v. 57, p. 168-183. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2016.07.020.

Graham, A. (2014) Managing airports: An international perspective. 4nd Ed.

INFRAERO. (2016). Anuário Estatístico Operacional. Disponível em: http://www4.infraero.gov.br/media/642485/anuario_2016.pdf. (Acessado em: 09 de Outubro de 2017).

Lin, L. C. e C. H. Hong. (2006) Operational performance evaluation of international major airports: An application of data envelopment analysis. Journal of Air Transport Management, v. 12, n. 6, p. 342–351. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2006.08.002

Lozano, S. e E. Gutiérrez (2011) Slacks-based measure of efficiency of airports with airplanes delays as undesirable outputs. Computers & Operations Research, v. 38, n. 1, p. 131–139. DOI: 10.1016/j.cor.2010.04.007.

Mariano, E. B. (2008) Sistematização e Comparação de Técnicas, Modelos e Perspectivas não-paramétricas de análise de Eficiência Produtiva. 301f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Departa-mento de Engenharia de Produção, Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo, São Carlos.

Marques, R. C. e P. Simões (2010). Measuring the influence of congestion on efficiency in worldwide airports. Journal of Air Transport Management, v. 16, n. 6, p. 334-336. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.03.002.

Mckinsey & Company (2010). Estudo do Setor de Transporte Aéreo do Brasil: Relatório Consolidado. Banco Nacional de Desen-volvimento Econômico e Social. Rio de Janeiro.

Mello, J. C. C. B. S.; L. A. Meza; E. G. Gomes e L. B. Neto (2005). Curso de análise de Envoltória de Dados. In: XXXVII. Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional – SBPO, Gramado, Anais.

Merkert, R. e A. G. Assaf (2015) Using DEA models to jointly estimate service quality perception and profitability – Evidence from international airports. Transportation Research Part A: Policy and Practice, v.75, p.42–50. DOI: 10.1016/j.tra.2015.03.008.

Merkert, R. e L. Mangia (2014) Efficiency of Italian and Norwegian airports: A matter of management or of the level of com-petition in remote regions? Transportation Research Part A: Policy and Practice, v. 62, p. 30–38. DOI: 10.1016/j.tra.2014.02.007

Örkcü, H. H; C. Balikçi; M. I. Dogan e A. Genç (2016) An evaluation of the operational efficiency of Turkish airports using data envelopment analysis and the Malmquist productivity index. Transport Policy, v.48, p.92–104. DOI: 10.1016/j.tranpol.2016.02.008.

Pacheco, R. R. e E. Fernandes (2003) Managerial ef7iciency of Brazilian airports. Transportation Research Part A: Policy and Practice, v. 37, n. 8, p. 667–680. DOI: 10.1016/S0965-8564(03)00013-2.

Pels, E.; P. Nijkamp e P. Rietveld (2003) Inefficiencies and scale economies of European airport operations. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v.39, p.341–361. DOI: 10.1016/S1366-5545(03)00016-4.

Rosas, J. H. A. e L. A. Gemoets (2010) Measuring the efficiency of Mexican airports. Journal of Air Transport Management, v. 16, n. 16, p. 343-345. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.05.003.

Sarkis, J. (2000) An analysis of the operational efficiency of major airports in the United States. Journal of Operations Man-agement, v. 18, n. 3, p. 335–351. DOI: 10.1016/S0272-6963(99)00032-7

Tsekeris, T. (2011) Greek airports: Efficiency measurement and analysis of determinants. Journal of Air Transport Manage-ment, v. 17, n. 2, p. 140-142. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.06.002.

Tsui, W. H. K.; H. O. Balli; A. Gilbey e H. Gow (2014) Operational efficiency of Asia–Pacific airports. Journal of Air Transport Management, v.40, p.16–24. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2014.05.003.

Wanke, P. e C. P. Barros. (2017) Efficiency thresholds and cost structure in Senegal airports. Journal of Air Transport Man-agement, v. 58, p. 100-112. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2016.10.005.

Wanke, P. F.; R. V. Silveira e F. G. Barros. (2009) Introdução ao planejamento da infraestrutura e operações portuárias: aplicações de pesquisa operacional. São Paulo: Atlas.

Website Hórus. Ministério dos transportes, Portos e Aviação Civil, Secretaria Nacional de Aviação Civil. Disponível em: https://horus.labtrans.ufsc.br/gerencial/#Principal. Acessado em: 09 de outubro de 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v27i1.1572

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Nathane Ana Rosa Negri, Giovanna Miceli Ronzani Borille

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.